Eu e o “meu” menino!

Amanhecer de Cara para a Grota Funda no Rio

Vista da varanda do quarto onde ficamos hospedados.

Casa do Valdir e Léia!

The Piano – Amazing Short

Um adultecer sábio, quero tocar com o meu neto.

Ensaio – Confira tb o vídeo de um ensaio de Maria Rita. (Ela chora e faz chorar)

Recebi o vídeo da Maria Rita do meu camarada Moisés.

Fui tocado, por isso passo pra vocês.

ENSAIO

por Levi Araújo

 

 

Nós precisamos ensaiar mais.

No show da vida é preciso muito ensaio.

Ensaios que sejam verdadeiros espetáculos sem platéias.

Ensaios que sejam aplaudidos por nossa alma febril.

Ensaios que arranquem lágrimas de nosso peito frágil.

 

Bons Princípios!

 

 

Bons Princípios no Amado!

 

Tudo dEle!

Tudo nEle!

Tudo para Ele!

 

A Sombra e o Abrigo do Natal.

 

“Aquele que habita no abrigo do Altíssimo e descansa à sombra do Todo-poderoso pode dizer….”

Salmo 91

Habitar e descansar produz confiança.

Todo desabitado está exposto e todo cansado fragilizado, ambos sem refúgios e fortalezas.

Sem habitação, sem descanso, sem confiança. É assim que as coisas são.

Como confiar se eu não habito e não descanso?

Definitivamente, não há espaço para qualquer senso de segurança e confiança em circunstâncias tão caóticas.

Habitação é refúgio. Aqueles que têm terra, teto e ninho não estão de todo sem refúgio.

A oração matinal no caminho da escola com os meus filhos contem essa compreensão expressa em gratidão, conscientização e engajamento.

Papai do céu, obrigado pela noite de sono tranqüilo e gostoso. Obrigado pela nossa casa, quarto, cama e cobertas. Obrigado por estarmos protegidos de todas as intempéries – meus filhos sabem o que é intempérie. Mas, nós pedimos misericórdia pelas pessoas que não têm onde morar e dormem expostos ao frio, chuva e perigos da noite. Ajuda-nos a estudar bastante para podermos melhorar de alguma forma a vida dessas pessoas.”

Mas, a minha abordagem de habitar e descansar vai um porco além dessa abominação hedionda onde poucos têm mais habitações do que possam habitar em contraste com muitos que como o Mestre não tem onde reclinar a cabeça.

Não há ser humano que não sofra com esses desabitar e cansar essenciais.  

Há um movimento sem teto e descanso que une em uma única marcha abastados egoístas e despossuídos ressentidos.

Penso que toda pessoa precisa habitar no abrigo do Altíssimo, todo ser humano necessita descansar à sombra do Todo-Poderoso.

É o sentimento intimo e profundo que toda pessoa tem em ser acolhido e protegido por alguém maior e mais forte.

Aproxima-se o dia escolhido para nos lembrarmos da sagrada família e o menino Jesus e não há como deixar de associar o abrigo e a sombra do Salmo 91 com a anunciação e nascimento do Verbo que se fez carne e habitou entre nós para nos trazer abrigo e sombra.

Lembre-se que a moçinha Maria ficou profundamente perturbada e confusa com a notícia de sua gravidez e Gabriel teve que acalmá-la:

O Espírito Santo virá sobre você, e o poder do Altíssimo a cobrirá com a sua Sombra…..”

Quando ficamos sob a sombra do Altíssimo a perturbação, perplexidade e medo vão embora cedendo espaço para um descanso intrigante que nos faz confiantes e seguros.

Meses mais tarde, chegou a hora do bebe nascer e eles não tinham espaço em nenhum abrigo da pequena Belém.

De repente a estrebaria virou o verdadeiro e mais sublime abrigo muito mais seguro do que àqueles superlotados dos desabrigados recolhidos com mais conforto e dignidade.

A estrebaria transformou-se no Abrigo do Todo-Poderoso.

Quando ficamos no Abrigo do Todo-Poderoso nós podemos descansar, repousar e se preparar para o fascínio e deslumbre de novas gestações e nascimentos.

Naquela Noite Feliz e de Paz o Todo-Poderoso se excedeu em simplicidade, graça e beleza.

Ora, se o Deus-Homem foi gerado sob a Sombra do Altíssimo e veio ao mundo sob o Abrigo do Todo-Poderoso, como é que nós podemos achar que poderemos prescindir de tais lugares sagrados.

Haveria muito que explorar sobre as Sombras e os Abrigos de Deus, mas eu resistirei á tentação. Deixo isso para você caro leitor e leitora.

Encerro afirmando que habitar e descansar são fundamentais, sim, qualquer habitação e lugar de descanso nos fazem muito bem. Não deixem de encontrar os seus.

Mas os meus votos para esse Natal e próximo Ano é que possamos sempre nos encontrar à Sombra do Altíssimo e no Abrigo do Todo-Poderoso, pois quem assim se acha sempre poderá dizer assim:

“Tu és o meu refúgio e a minha fortaleza, o meu Deus em quem confio”.

Feliz Natal e um 2010 sob a Sombra Acolhedora e o Abrigo Seguro.

Quero Brisa!

 

 

Quero Brisa

Por Levi Araújo

 

 

Seres de almas inquietas,

suspiros ansiosos

e superações incertas.

 

Vidas sequiosas por refrigérios,

ávidas por um suave frescor.

De gestos leves e nunca assédios

que trazem tudo o que não seja expor.

 

É preciso caminhar

e na luz da Luz andar.

Içar velas ao Bom Vento

seguir em paz por um momento.

No acolher a si encontrar valor

e sem condicionantes receber amor.

 

 

Vem boa Brisa, vem Alumiar generoso, vem terno Amor

e refrigera o meu peito fervente e minha existência escaldante.

 

 

Seres de almas saturadas,

existências cansadas

e expectativas frustradas.

 

Gente que busca simplicidades

desconfiando de tudo o que é editado.

Órfãos de autenticidades

que se vêem serenos e aquietados.

 

E eu só quero respirar

e na brisa viajar.

Trazer o luzir pra dentro

num lampejar que revele intentos.

Por que a vida não é só horror

e sem fatalismos brindar-se com mais amor.

 

 

Vem boa Brisa, vem Alumiar generoso, vem terno Amor.