ESBOÇO da Introdução e Primeira Mensagem pregada na Assembleía Anual da Conveção Batista de Carajás.

ASSEMBLÉIA DA CONVENÇÃO BATISTA DE CARAJÁS – 2009

Cidade de TUCUMÃ – Sul do Pará.

Tema: Mãos no Arado e Vida no Altar.

Texto Base: Lucas 9,51 a 10,42

 

                      

Introdução Geral às 3 Mensagens (Lucas 9,51 a 62)

 

O tema proposto é interessante e eu escolhi o contexto imediato de Lucas quando Jesus fez a seguinte afirmação:

 

Ninguém que tem posto a mão no arado, olha para trás é apto para o Reino de Deus” (9,62)

 

De pronto eu penso em duas possibilidades e uma impossibilidade ao jogar com as palavras desse tema:

 

– Possibilidades: Mão no Arado sem Vida no Altar e Mão no arado com Vida no Altar.

– Impossibilidade: Estar com a Vida no Altar sem ter as Mãos no Arado.

 

PERGUNTAS:

 

– Será que o perseverar com as Mãos no Altar DEPENDE de se estar ou não com a Vida no Altar?

– Afinal, o que significa ter a Vida no Altar?

 

Penso que as duas idéias estão intimamente relacionadas: Mão no Arado (PRA VALER) Depende de Vida no Altar (PRA VALER).

 

ATENÇÃO:

 

Nós idealizamos e romantizamos quase tudo!

 

– Há idealizações românticas tanto em ter AS MÃOS NO ARADO como em ESTAR COM A VIDA NO ALTAR.

– Idealizações que levam a Expectativas – Frustrações – Culpas – Cobranças e Auto Cobranças.

– Penso que há muitos exageros e enganos sobre esses DOIS PILARES da Vida Cristã.

 

É preciso muito cuidado com isso, pois essas IDEALIZAÇÕES EXIGENTES e ROMANTISMOS INGENUOS têm afastado muita gente piedosa de uma verdadeira e abundante VIDA de Mãos no Arado e Vida no Altar.

 

AFIRMAÇÕES:

 

Arrisco afirmar que quem tem a VIDA NO ALTAR (pra valer) TEM AS MÃOS NO ARADO.

 

Arrisco afirmar TAMBÉM que SEM VIDA NO ALTAR não tem MÃOS NO ARADO SEM OLHAR PARA TRÁS.

 

Lucas parece nos ensinar isso em seu registro dos versículos 51 a 62.

Do capítulo 9, 51 até o capítulo 19,44 está a seção central do Livro de Lucas.

E nos versículos de 51 a 62 nós temos uma ótima introdução sobre VIDA no ALTAR e MÃOS no ARADO:

 

Encontramos três Grupos Representados aqui:

1)      Os que TÊM a Vida no Altar e ESTÃO com as Mãos no Arado e NÃO OLHAM PARA TRÁS.

2)      Os que TÊM ou NÃO TÊM a Vida no Altar e ESTÃO com as Mãos no Arado e OLHAM para os Lados.

3)      Os que NÃO TÊM Vida no Altar, NÃO ESTÃO com as Mãos no Arado e SÃO VICIADOS em Olhar para TRÁS. (Síndrome de Mulher de Ló)

 

Acompanhem em suas bíblias:

1)      Jesus representa o primeiro grupo: Intrépido, Resoluto, Decidido, Focado, Consciente de sua Missão de Vida, SABE para onde Vai e sabe o que fazer para chegar lá.

2)      Tiago e João representam o segundo grupo; Espíritos Vingativos, Ofendidos, Espíritos Fundamentalistas, Inquisitores, “se doem” por Deus e “vivem aconselhando e dando idéias” para Deus, confundem pessoas com coisas e não entenderam nada sobre a MISSÃO de quem segue Jesus de Nazaré.

3)      Os “quase” seguidores representam o terceiro grupo: Pretensiosos, com expectativas erradas, expectativas de conforto e acomodação, apegados à Cultura, Raízes, Costumes e RESISTENTES a METANÓIAS e Mudanças, apegados doentiamente e exageradamente aos relacionamentos familiares.

 

No caso de Jesus: Ele está decidido a não largar a Mão do ARADO e determinado a encarar o SACRIFÍCIO encarando o altar da Glorificação do Calvário.

Ele está determinado em IR para JERUSALÉM até que as suas Mãos saiam do ARADO para serem pregadas na CRUZ que seria o ÁPICE de sua VIDA no ALTAR.

 

Agora podemos entrar no CAPÍTULO 10 para pensarmos no seguinte SUB TEMA:

 

 

TEMA DA PRIMEIRA MENSAGEM

 

 

MÃOS NO ARADO depende de VIDA NO ALTAR e VIDA no ALTAR não tem nada a ver com a DITADURA da PERFORMANCE/DESEMPENHO.

 

 

Convenhamos irmãos: Tanto o ARADO como o ALTAR terminam impondo sobre nós pastores, líderes e trabalhadores do Reino uma DITADURA NARCÓTICA: A DITADURA do DESEMPENHO.

Nós somos ótimos em transformarmos COISAS BOAS e RUINS. Ótimos em transformar VIDA PIEDOSA e FERVOROSA em doença e peso.

Somos bons em COREOGRAFIAS do Altar e do Arado.

Tanto é que a nossa ALEGRIA NA VIDA está em nosso DESEMPENHO. (e ai de quem não reconhece ou menospreza isso)

Aos poucos a DITADURA DO DESEMPENHO vai definindo os nossos HUMORES e nos transformando em COMPETIDORES.

 

Parece-me que Lucas captou isso em seu registro nos primeiros 24 versículos do capítulo 10.

 

NOTE: Os versos 17 a 20.

 

JESUS ensina que a ALEGRIA de quem tem as mãos no ARADO e a VIDA NO altar não está em PERFORMANCES, COREOGRAFIAS e DESEMPENHOS.

JESUS ensina que a ALEGRIA, a EXULTAÇÃO, o REGOZIJO na Vida não está no que FAZEMOS ou PODEMOS FAZER.

JESUS ensina que a ALEGRIA na VIDA está no que DEUS JÁ FEZ POR NÓS. Está no fato de que temos os nomes ARROLADOS no LIVRO.

 

Olhando para esse registro de Lucas eu quero perguntar:

 

COMO FAZER PARA VENCER ESSA ALEGRIA INFANTIL E DEPENDENTE de performances e desempenhos que terminam nos transformando em competidores e concorrentes?

 

 

COMO FAZER PARA NOS LIVRARMOS DA DITADURA NARCÓTICA do DESEMPENHO?

 

 

Creio que Lucas pode nos ajudar um pouco…….

 

1)      LEMBRE-SE QUE VOCÊ É UM DESIGNADO.

 

– Nós colocamos a mão no arado por designação do Senhor da Seara.

– A escolha é DELE! A prerrogativa é DELE!

– Não estamos favor algum ao Senhor.

– “Manda quem pode e obedece quem tem juízo”

 

2)      ESQUEÇA A CARREIRA SOLO.

 

– E estratégia é DOIS a DOIS, você não faz nada sozinho na SEARA DO SENHOR.

– E ainda deve suplicar por MAIS TRABALHADORES.

 

3)      NESTA MISSÃO VOCÊ É O MAIS FRÁGIL.

 

– Precisamos rever essa idéia de crentes todos poderosos e indestrutíveis que temos. Estamos “nos achando” demais.

– Precisamos rever essa cultura EXAGERADA de encorajamento que alguns neopentecostais televisivos nos passam diariamente.

– Assuma uma postura de fragilidade e vulnerabilidade.

– Dê uma de cordeiro e não uma de lobo.

– Lembre-se: O poder de Deus se aperfeiçoa na fraqueza. Deus usa as coisas “que não são”, as fracas e as loucas para confundir tudo e todos.

 

4)      ESTA É A JORNADA DO DESAPEGO.

 

– Quanto mais desapegado menos performático.

– Quanto menos agarrados a coisas e pessoas, menos dependentes do sucesso e do desempenho.

 

5)      NÃO ESQUEÇA QUE VOCÊ É DA PAZ.

 

– Você não tem nada a ver com armas e guerras.

– Você luta por justiça com as armas da PAZ.

– Resgate o verdadeiro sentido do SHALOM (Paz Integral com reflexos de justiça na comunidade e na coletividade. Paz para o Espírito, Alma e Corpo)

 

6)      COMPORTE-SE COMO UM TRABALHADOR ASSALARIADO.

 

– Digno do salário pago por quem você serve.

– Você não é o patrão, você é o trabalhador.

 

7)      FALE SEMPRE DO REINO DE DEUS, QUER ACEITEM OU NÃO VOCÊ.

 

– Não se iluda e nem se ache tão bom assim, você será acolhido e rejeitado pelas pessoas.

– Use o mesmo sermão e abençoe do mesmo jeito sendo ou não bem recebido.

– O sacudir do pó é com você e o juízo e a repreensão é com o Senhor.

– Console-se com o verso 16.

 

 

Conclusão ( Lucas 10, 21 a 24)

 

Vamos concluir com este trecho soberbo.

Lucas registrou que JESUS EXULTOU: literalmente – gozo profundo demonstrado.

O Mestre está em êxtase. Acho que Jesus gargalhou em grande emoção.

 

Qual seria a razão?

 

A resposta pode ser o golpe fatal na ditadura do desempenho.

É bom reiterar que quem BUSCA o ARADO e o ALTAR visando desempenhos e performances é cego e não entendeu nada. NADA LHE FOI REVELADO.

O Pai não revela os mistérios e verdades da Vida no Reino de Deus a esse tipo de gente.

 

Jesus se alegra com o jeito que o Pai se AGRADA.

 

O Pai se agrada de revelar coisas aos PEQUENINOS e não aos sábios e entendidos.

 

FICAREMOS LIVRES DA DITADURA DO DESEMPENHO E AS SUAS CONSEQUENCIAS DANOSAS quando nos tornarmos pequeninos, mais HUMANOS, HUMILDES.

 

O húmus e o pó nos faz lembrar de ONDE VIEMOS e para ONDE VOLTAREMOS. Não passamos de PÓ.

 

Precisamos abaixar as nossas bolas e compreendermos que é o melhor caminho é o do “MENOS”, por que com Jesus o “MENOS é MAIS”.

Anúncios

O que eu leria para o meu pai no dia dos pais.

Camaradas,

 

Hoje eu acordei antes do sol e tive um tempo em segredo e secreto com o meu Pai.

Conversamos sobre o que o meu irmão mais Velho falou e o Evangelista Mateus registrou em seu evangelho dos capítulos 5 a 7.

Conversa boa, amorosa e firme, mas isso é um assunto entre mim e meu Pai.

Rediscutimos o SER, FAZER e TER, imaginem só…., o papo foi longe.

Terminei lembrando-me do meu querido Zezinho que não está mais aqui entre nós brincando, sorrindo e ………

Então eu escrevi algo que eu leria para ele hoje.

Parece simples, e de fato o é, mas eu bem sei o peso que cada palavra leva.

Forte abraço a todos e FELIZ DIA DOS PAIS!

Na jornada,

 O que eu escrevi e leria ao meu pai no dia dos pais.

Por Levi Araújo

 

Quero sempre querer

Ser igual a você

Sem jamais esquecer

Que perfeição é só com o Pai celestial.

 

Quero sempre querer

Poder contar com você

Sem recompensa receber.

Fazer coisas boas e que isso fique só entre nós.

 

Quero sempre querer

Ter um tempo só com você.

Para aprender com o seu jeito de ser e fazer.

 

Quero sempre querer

Saber o que é viver com você

E o que vale ou não a pena ter, ser e fazer.