Oração da Alegria

A ORAÇÃO DA ALEGRIA

Por Levi Araújo

 

 

 

 

Seja o Mestre amigo e terno.

A minha alegria em dias de dor

Alegria que me arrebata do tédio

Alegria que é remédio das emoções.

 

 

Seja a presença do amigo Eterno

O doce som que me devolva ao caminho

Alegria que me faz subir, evolar

Alegria que me traz a brisa do céu

 

 

Seja sobre mim o teu calmo tocar

A mão sobre os ombros que bane o medo

Alegria que me alcança em abraço acolhedor

Alegria que rosa as cordas do coração

 

 

Seja a luz do teu rosto intenso

O serenar das minhas tempestades e pavores

Alegria que é a minha força e vigor

Alegria que reforça meu ser e valor

 

 

Tu és a minha mais suave alegria

Que surpreende em dias ásperos

Tu és minha salvadora alegria

Que me liberta dos grilhões que fiz pra mim.

 

 

 

Anúncios

CONVITE – Cultos Temáticos – Falo sobre o Maior Amor no Domingo de PÁSCOA

Camaradas,

Domingo de Páscoa, à Noite, estarei pregando na Assembléia de Deus Nipo Brasileira – ADNIPO do Parque Bristol.

18 HORAS
Av. Pe Arlindo Vieira, 3698 – Pq Bristol São Paulo/SP Cep; 04166-003

Assista ao convite abaixo, convide seus amigos e apareça.

Vale a pena, o pessoal de lá sabe trabalhar…, são bons mesmo.

Diario da Jornada – O meu presente de Aniversário

Só o que agrega valor – IBAB Jovem em Março – Hábitos que Transformam

Camaradas,

Participarei da programação da IBAB JOVEM no próximo sábado e falarei sobre OUVIR.

Divulgue, agende-se e apareça.

Na Jornada da Graça,

Levi

 

Sob a Grande Árvore

 

Pulei o carnaval em quatro escolas e entre um desfile e outro eu tive momentos inesquecíveis com o Grande Carnavalesco da Vida.

Estive presente em corpo, alma e devoção em quatro acampamentos de adolescentes e jovens no carnaval de 2010.

Os viçosos camaradas me renovaram os artelhos e a vocação.

Eles e elas são lindamente indomáveis.

Alguns dóceis como o meu Vinícius e outros ariscos como a minha Sabrina, todos vigorosos. Por isso vejo a todos e todas como filhos e filhas.

Por falar em filhos, os meus filhos assistiram ao filme Avatar e gostaram muito. Eu mesmo os estimulei a assistirem.

Simplesmente desconsiderei as opiniões dos altos críticos de todas as academias.

Também sei das previsíveis, inócuas e pífias satanizações que os crentões paranóicos fizeram do filme.   

Deixando de lado os pedantes e esses tolos limitados e ridículos defensores da fé, sigamos adiante todos nós que temos convicções maiores.

Não precisamos temer o jeito hindu de conceituar as encarnações de suas divindades.

Quem bem sabe em quem tem crido não precisa se assustar com as descidas de Vishnu ou Krishna ou com as demais encarnações de outras religiões.

Quem segue o Verbo Encarnado não precisa passar pelo ridículo recorrente toda a vez que surgir um livro, filme ou peça de teatro que negue, ofenda ou nem considere o nosso crer e viver.

O Tadeu Bara pintou a fotografia em tela em um dos momentos do Acampamento dos Jóvens da Ibab.

A foto me fez lembrar da grande árvore do filme Avatar.

Quando assisti ao filme eu realmente viajei sem fumar.

A árvore de lá me transportou para outras árvores.

Quando o tema são as árvores, a Bíblia nos traz emblemas muito mais profundos do que aquele que o filme comunicou.

As metáforas bíblicas da terra, plantação, roça, plantas, árvores, flor e frutos atraem muitos e diferentes pássaros para a grande árvore.

Falo da Grande Árvore que vêm do pequeno grão de mostarda. E todos nós somos chamados para nos assentarmos sob a sombra dessa Árvore Reino.

Voltando a foto do Bara, pensei nos Natanaéis que lá estão registrados.

Imaginei o quanto sou visto pelo Deus Encarnado sob a sombra de minha árvore.

Assenti com a verdade de que sai debaixo de minha árvore para me juntar com os meus camaradas sob a Grande Árvore.

Ensaio – Confira tb o vídeo de um ensaio de Maria Rita. (Ela chora e faz chorar)

Recebi o vídeo da Maria Rita do meu camarada Moisés.

Fui tocado, por isso passo pra vocês.

ENSAIO

por Levi Araújo

 

 

Nós precisamos ensaiar mais.

No show da vida é preciso muito ensaio.

Ensaios que sejam verdadeiros espetáculos sem platéias.

Ensaios que sejam aplaudidos por nossa alma febril.

Ensaios que arranquem lágrimas de nosso peito frágil.

 

Um menino chega ao mundo

 

Um menino chega ao mundo

Thiago de Mello

 

 

Chegou ao mundo um menino

mais sozinho que a primeira

estrela que acende a noite.

Nenhum pano o envolvia.

Além, do suave fulgor;

trazia o condão da infância

que aos homens faz tanta falta.

 

Bois não rodeavam o menino.

Nem burros, Puro silêncio

orlava o claro mistério

de um coração sem pecado.

 

Os pastores da comarca

cuidavam na madrugada

dos seus rebanhos. Os anjos

que navegam no céu

ao trabalho se deram

de anunciar que um menino

chegava com um recado

ao tempo da eternidade.

 

Mais que rês, trezentos mil

magos são que hoje dominam

os sortilégios das mirras,

dos incensos e dos ouros.

Mas nenhum deles chegou

com oferenda à criança.

 

As estrelas que nos cobrem

já mal sabem de caminhos

que levem o homem à frágua

onde se forjam milagres.

 

Os homens fugiram todos.

Infância já infunde medo:

Aquele recém-chegado

reacendia brasas murchas

e recordava que cinzas

escondem constelações

 

O menino, atravessando

mordidas e escuridões

não achou sequer lugar

numa estalagem do mundo.

Aconchegada na rua,

perdida ficou a infância

por entre as gretas escusas

da indiferença dos homens.