Acabou!

 

Nunca pare de lutar até a luta acabar

CAPONE e NESS em Os Intocáveis.

Muito mais do que uma frase melosa parecida com o “continue a nadar” da peixinha biruta de Procurando Nemo, a frase de Capone na boca de Ness no final dos Intocáveis, nos apresenta boas possibilidades de reflexão nessa mudança de calendário.

Há lutas em que não há sentido algum continuar lutando e outras em que podemos dar uma trégua.

Naquelas que devemos jogar a toalha nós só precisamos tomar cuidado para não nos aconselharmos ou imitarmos os neoniilistas de plantão. Fiquem atentos, ultimamente eles estão na crista da onda e são horríveis, nem Nietzsche suportaria esses amargos, é puro fel existencial.

No caso da trégua é só considerarmos atentamente os conselhos que estão na Arte da Guerra, Príncipe e nas outras páginas da literatura sapiencial.

Entretanto, se é para continuar lutando nós também precisamos vencer a barreira enganosa dos otimistas tolinhos que adoram a cultura carpem die.

Mas nós, seguidores de Jesus de Nazaré não vivemos por otimismos, mas por esperança.

Gosto de Henri Nouwen quando fala do otimismo ingênuo: “O otimismo e a esperança são atitudes radicalmente diferentes. O otimismo é a expectativa de que coisas – o tempo, as relações humanas, a economia e a situação política, etc. – irão melhorar. A esperança é a confiança de que Deus cumprirá suas promessas para nós, de forma a nos levar à verdadeira liberdade. O otimismo fala sobre mudanças concretas no futuro. A pessoa que tem esperança vive o momento com o conhecimento e a confiança de que tudo na vida está em doas mãos.”  

Cuidado para não colocar promessas na boca de Deus e passar o resto da vida com uma postura vitimista ou fatalista e, por favor, lembre-se que o conceito de Deus sobre a verdadeira liberdade pode ser – quase sempre é – algo totalmente contrastante e conflitante com as verdades e convicções que construímos durante toda a nossa vida.

Mas o que desejo de verdade vai muito além. (e eu repito, quase batendo na madeira, faço votos de que todo mundo se dê bem…, muito dinheiro no bolso e saúde pra dar e vender…)

Sim, mas o que peço para o ano que vem é mais, muito mais.

Peço ânimo e alma para discernir as lutas que devo abandonar e aquelas que merecerão tréguas e, principalmente, as outras que eu devo ir até o fim sem amarelar.  

Que assim seja com vocês também.

Peço ânimo para suportar as conseqüências da mesma frase na boca dos Capones arrogantes e seguros em seus séquitos de corrompidos e corruptores. Inevitavelmente, eles continuarão em seus guetos de impunidades que estão em nossas cidades, estado, país e mundo.

Peço ânimo para continuar crendo de quem ri e diz por último, como no caso de NESS, ri e diz melhor.

Peço ânimo para continuar crendo que o mau, apesar de um fato, pode ser revertido e minado aqui e acolá com ações de amor.

Peço ânimo, bom ânimo, aquele que é o esposo da Dona Perseverança. Aliás, que eu conviva mais de perto com esse sábio casal.

Que eu e você tenhamos Bom Ânimo, isso é muito mais que Otimismo!

Fique com uma das frases daquele que um dia disse um categórico e rotundo ACABOU!

“No mundo tereis aflições, mas tende bom animo, eu venci o mundo” Jesus de Nazaré

Feliz 2010!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: