Que a Alegria nos chame para Dançar!

Surpreendidos pela Alegria – Henri Nouwen

Nós somos surpreendidos pela alegria ou pela tristeza? O mundo que nós vivemos quer surpreender-nos pela tristeza.

Os jornais continuam a falar-nos de acidentes de transito, assassinatos, conflitos entre indivíduos, grupos e nações, e a televisão enche-nos a cabeçade imagens de ódio, violência e destruição.

E nós dizemos uns aos outros: “Você viu aquilo, você viu aquela….não é terrível…não é inacreditável?”

Com efeito, parece mesmo que o poder das trevas quer continuar a surpreender-nos com a tristeza humana.

E essas surpresas paralisam-nos e, ao mesmo tempo, seduzem-nos no sentido de uma existência em que a nossa principal preocupação é a sobrevivencia em meio a um mar de tristezas.

Ao fazer com que pensemos sem nós mesmos como um sobrevivente de um naufrágio, ansiosamente agarrados a uma tábua de salvação, pouco a pouco acabamos por aceitar o papel de vítimas condenadas pelas cruéis ciscunstancias da vida.

O grande desafio da fé é sermos surpreendidos pela alegria.

Recordo-me de uma vez em que estava sentado à mesa de jantar com alguns amigos discutindo sobre a depressão economica do país.

Continuávamos a amontoar estatísticas que nos convenciam cada vez mais de que as coisas não podiam senão piorar.

Então, de repente, o filho de quatro anos de um dos meus amigos abriu a porta, correu para o pai e disse-lhe: “Olha,  pai!  Olha! Encontrei um gatinho no jardim…, olha!…Não é lindo?

E, enquanto mostrava o gatinho para o pai, o menino acariciava-o com as mãos e apertava-o contra a face.

Tudo mudou de repente.

O pequenino e o gatinho tornaram-se o centro das atenções.

Houve sorrisos, carícias e muitas palavras de ternura. Enfim, fomos surpreendidos pela alegria!

Deus fez-se um menino no meio de um mundo violento.

Seremos nós surpreendidos pela alegria ou continuamos a dizer: “Sim, é bonito e terno, mas a realidade é diferente?”

E que tal se a criança nos revelasse aquilo que, efetivamente, é a realidade?

Anúncios

Uma resposta

  1. Precisamos aprender a ser mais alegres – parece que para muitos ser crentes é ser mau humorado – eu mesmo preciso aprender a ser mais alegre – a alegria de Cristo – valeu camarada! Preguemos, Cristo a Nossa Alegria e vivamos essa alegria com toda intensidade!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: