ESBOÇO – Mãos no Arado depende de Vida no Altar e Vida no Altar não tem nada a ver com a Escravidão do Ativismo. (Lucas 10, 38 a 42)

O Esboço da Mensagem que preguei ONTEM pela MANHÃ em TUCUMÃ aos Lideres Batistas Carajaenses.

Chegamos à nossa última mensagem deste nosso Encontro e iremos parar por aqui a nossa reflexão com base no tema proposto, a saber: MÃOS NO ARADO, VIDAS NO ALTAR.

Lucas não incluiria esse episódio da vida de Jesus aleatoriamente, eu creio que ele o faz seguindo uma lógica e para confirmar tudo o que ele vem desejando ensinar desde o 9:51.

Leiamos atentamente esse pequeno e emblemático trecho da vida de Jesus nosso Senhor e Salvador.

Introdução

Nós somos seres que se permitem escravizar por coisas inimagináveis e dependendo da idéia que tivermos sobre MÃOS NO ARADO, nós nos deixaremos escravizar pelo ARADO e perderemos oportunidades de viver a liberdade, a alegria, o privilégio e o direito que temos de ter A VIDA NO ALTAR.

O ARADO pode terminar nos arrastando para longe do ALTAR e é isso, também, que nós aprendemos com este episódio de MARTA e MARIA.

Desejo sugerir TRÊS pontos para refletirmos nesse trecho:

1) O QUE TEMOS É A JORNADA. (vv. 38)
“Ando devagar por que já tive pressa e trago esse sorriso por que já chorei demais”

Lucas começa com a expressão “indo eles de caminho”.
Aqui ele resgata o seguir intrépido de Jesus em direção a Jerusalém, a ida pelo caminho dos setenta e o seguir pelo caminho do Bom Samaritano.
Lucas deseja destacar que JESUS está numa Jornada bem definida, Jesus tem itinerário, Jesus tem rota, Jesus faz o seu caminho, Jesus sabe para onde vai e vai construindo o seu próprio caminho.
Essa primeira expressão revela que com Jesus não existem paralisações e estagnações, o que existem é uma JORNADA A SEGUIR que revela um processo e nos ensina que tudo é um processo que deve ser compreendido e aceito: O QUE TEMOS É O CAMINHO, O QUE TEMOS É A JORNADA e nessa jornada não há lugar para PRESSA, PRECIPTAÇÕES e ANSIEDADES.
Precisamos entender que é no caminho que se faz o caminho.
- É na caminhada de CONFIRMAMOS passo a passo a nossa história, o nosso itinerário, o nosso ritmo e nosso jeito de seguir na vida e ir TOCANDO EM FRENTE.

Precisamos entender que é no Caminho que é Jesus que fazemos o nosso próprio caminho e assim aprenderemos que:
- A importância de entrar e sair dos POVOADOS – Estar inserido e participar da vida das Comunidades.
- A importância de saber ser HOSPEDADO nas casas – Ser acolhido e recebido pelas Famílias.

Irmãos, nós aprenderemos o que significa MÃOS NO ARADO e VIDA NO ALTAR na Jornada, na Caminhada, no Caminho.

2) O ARADO PODE NOS ARRANCAR DO ALTAR. (vv.40,41)

A Obra de Deus pode se transformar na maior INIMIGA ou no maior IMPEDIMENTO do meu RELACIONAMENTO com Deus.
As pessoas perceberão o quanto somos PERIGOSAMENTE AGITADOS e OCUPADOS.

E Jesus quer nos revelar o quanto de INQUIETUDE MALÉFICA há em nossa AGITAÇÃO.
E Jesus quer nos revelar o quanto de PREOCUPAÇÃO ANSIOSA há em nossa OCUPAÇÃO.
Marta está agitada e ocupada e Jesus diz que isso se transformara em INQUIETUDE e PREOCUPAÇÃO desnecessária e danosa para os seus relacionamentos comprometendo o seu discernimento do que realmente é PRIORITÁRIO e MELHOR.

Quando o ARADO nos conduz e não somos nós que conduzimos o ARADO, nós ficamos agitados e inquietos, ocupados e preocupados.

Atenção minha irmã e irmão: O ARADO pode nos afastar do ALTAR.

3) O ALTAR É MELHOR QUE O ARADO. (vv. 39, 42)

Quando entendermos que o ALTAR é MELHOR e PRIORIDADE sobre o ARADO, nós deixaremos de ser conduzidos pelo ARADO e passaremos a conduzir o ARADO.
Geralmente, quem é conduzido o ARADO manipula e usa o ALTAR, mas quem conduz o ARADO prova que o ALTAR é PRIORIDADE em sua vida.

Maria quedava-se assentada aos pés do Senhor a ouvir-lhe os ensinamentos.

Nós precisamos criar o nosso jeito de estar ASSENTADO AOS PÉS DE JESUS e o nosso jeito de OUVIR OS SEUS ENSINAMENTOS.

Para que isso aconteça, nós precisamos que:
- As nossas AGITAÇÕES e INQUIETUDES cedam espaço para a SERENIDADE e a QUIETUDE.
- As nossas OCUPAÇÕES e PREOCUPAÇÕES cedam espaço para o ESPÍRITO do SÁBADO.
Irmãos! Sem serenidade, quietude e compreensão do verdadeiro sentido do SÁBADO não há VIDA NO ALTAR.

Lembrem-se: Foi o desrespeito ao SÁBADO e as suas conseqüências sociais e ecológicas que levaram o Povo de Deus para o Cativeiro Babilônico.

“Os que escaparam da espada, a esses levou ele para a Babilônia, onde se tornaram seus servos e de seus filhos, até ao tempo do reino da Pérsia; para que se cumprisse a palavra do Senhor, por boca de Jeremias, ATÉ QUE A TERRA SE AGRADASSE DOS SEUS SÁBADOS; TODOS OS DIAS DA DESOLAÇÃO REPOUSOU, ATÉ QUE OS SETENTA ANOS SE CUMPRIRAM.” II Crônicas 36: 20 e 21.

Lembrem-se: Há uma dimensão SOCIAL e ECOLÓGICA no sábado.

“Seis anos semearás a terra e recolherás os seus frutos; porém, no sétimo ano, a deixarás descansar e na a cultivarás, para que os pobres do teu povo achem o que comer, e do sobejo comam os animais do campo. Assim farás com a tua vinha e o teu olival.” Êxodo 23, 10 e 11.

“Seis dias farás a tua obra, mas ao sétimo dia, descansarás; para que descanse o teu boi e o teu jumento; e para que tome alento o filho da tua serva e o forasteiro.” Êxodo 23, 13.

O Senhor do sábado e que ensinou que o sábado foi feito para o homem e não o inverso, valoriza a todos que compreendem o VERDADEIRO ESPÍRITO DA LEI E DO SÁBADO.

SÁBADO é um tempo para nos aquietar, serenar, baixar a ansiedade e expectativas.

SÁBADO é um tempo de PARADA para OUVIR os mandamentos do Senhor.

O que vem antes do PRIMEIRO MANDAMENTO? – Uma convocação, uma chamada de atenção solene!

“OUVE OH ISRAEL O SENHOR TEU DEUS”

“TODO HOMEM, POIS, SEJA PRONTO PARA OUVIR, TARDIO PARA FALAR, TARDIO PARA SE IRAR.”

Vivemos a Religiosidade da TAGARELICE, do RUÍNO, do BARULHO.
Vivemos a Religiosidade da AGITAÇÃO, da INQUIETUDE, da OCUPAÇÃO que vira PREOCUPAÇÃO.
Jesus nos quer mais OUVINDO do que FALANDO, mais OUVINDO do que CORRENDO PARA LÁ E PARA CÁ.
Jesus nos quer DESCANSADOS e não CANSADOS.
Porque CANSADOS nós ficamos IRADOS e IRRITADOS com as Pessoas e o próprio Jesus.

CONCLUSÂO

É por isso que Jesus chama a atenção de MARTA, a irmã que vivia arrastada pelo ARADO do ATIVISMO.
MARTA: para de querer queimar Maria.
MARTA: deixa os mortos enterrarem os seus mortos.
MARTA: fica livre da ditadura da PERFORMANCE e do DESEMPENHO.
MARTA: prefira ser como os pequeninos que recebem as revelações do Pai.
MARTA: deixa de passar de largo do que importa.
MARTA: pára na hora que é preciso parar. Escolhe ser uma BOA SAMARITANA.
MARTA: escolhe o MELHOR. MARTA: defina o que é PRIORIDADE.

Aqui nós finalmente descobrimos onde é que fica o ALTAR.
O ALTAR FICA NOS PÉS DE JESUS.
Vida no ALTAR meus irmãos é VIDA aos PÉS DE JESUS.

About these ads

3 Respostas

  1. êita que eu tava lá esses três dias…uma benção!!!
    Quando ouço algumas pregações digo: -que pastor maravilhoso…Logo que o pastor Levi pregou nesse dois dias disse: QUE DEUS MARAVILHOSO!
    Deus continue abençoando o seu ministério….ahhh,…levei umas lapadinhas mais aprendi que baixar a bola é necessário e que Deus tem que ser engrandecido SEMPRE!!!!!!!!!!

  2. RAFAEL querido!

    Acabei de chegar em Casa e estou com a mala cheia de coisas boas.

    Valeu pela visita e comentário.

    Um abração e até breve!

    Na jornada,

    Levi

  3. Olá Pr. Leví, obrigado por ser um instrumento de Deus para nos abençoar com mensagens da parte do nosso Deus. Você é uam benção! Deus te abençoe sempre.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: